segunda-feira, 30 de dezembro de 2013



Culto de Ceia – Dom – 29/12/2013.
Texto: Mt. 26:45-56
Tema: TRAIÇÃO FAZ PARTE DO PROCESSO
Após a Ceia. Jesus canta hinos e salmos e se retira para o Getsêmani, com seus discípulos para orar e lá escolhe três (Pedro, Thiago e João) para subir ao Monte das Oliveiras e orar com Ele, mas antes o Senhor faz uma declaração e um pedido (Mt.26:38). Isso prova que muitos até mesmo os amigos traem e nos decepcionam, mesmo quando estamos com a alma profundamente triste, mas assim como Jesus não os considerou traidores, nós também não devemos considerar todos ou qualquer um como traidor. Veja que Jesus os desperta daquele sono e lhes avisa que o traidor havia de chegar. Aprendamos um pouco com Jesus através deste texto:
1) TRAIDORES SEMPRE EXISTIRÃO: (Miriam x Moisés, Irmãos de José x José, Saul x Davi, Judeus x Jesus, Judas x Jesus) E infelizmente estão próximos de nós e as vezes dentro da igreja, no nosso convívio diário, dentro da nossa casa.
2) TODA TRAIÇÃO SERVE DE APRENDIZADO: Todas as vezes que somos traídos (e não são poucas as vezes), Deus nos dá a oportunidade de aprender um pouco mais. Porém como cristãos precisamos entender que o aprendizado não pode ser motivo para vingança (Pv. 29:11,26).
3) TRAIÇÃO POR BEIJO, PALAVRA OU SONO: De qualquer forma a traição faz parte do processo, e vejamos então três aspectos distintos:
a) SONO/OMISSÃO: (v.45) Os discípulos amigos traíram a Jesus com o sono e enquanto dormiam provaram ser omissos. Jesus sempre usou a empatia Durante o seu ministério, porém os seus amigos discípulos não foram empáticos com ele. O sono dos discípulos foi o instrumento da traição em relação a empatia que Jesus precisava naquele momento.
b) BEIJO/CONDENAÇÂO: (v.49) Muitos são os casos de amor e ódio que iniciam com um beijo, mas também muitos são os casos de traição que iniciam com um beijo. E Jesus reage de forma inusitada (v.50). A reação de Jesus de chamá-lo de amigo, nos dá um exemplo clássico de que ele é vingador e não vingativo. “ O homem bondoso faz bem a si mesmo, mas o cruel a si mesmo se fere”(Pv. 11:17). Ou seja,  o mal por si só se destrói. O Sl 42:7ª diz: “ Um abismo chama outro abismo...”.
c) PALAVRA/CONVERSÃO: (Lc. 22:54-62). Mais uma inusitada, inesperada reação do Mestre, mas que serve de exemplo pra nós até hoje.  A palavra foi usada para trair e o olhar para converter, para transformar, para arrepender-se. Tarefa difícil até hoje, mas é necessário usar desta pratica.
CONCLUSÃO: TRAIÇÃO FAZ PARTE DO PROCESSO, SERVE DE APRENDIZADO E TANTO FAZ SE FOR POR PALAVRA, BEIJO OU SONO, SEMPRE VAI SERVIR DE ALERTA EM RELAÇÃO A OMISSÃO, CONDENAÇÃO OU CONVERSÃO. DEUS OPERA EM TODAS AS CIRCUNSTÂNCIAS E JESUS NOS DÁ EXEMPLO EM TODAS ELAS.

Pr. Cpl. Nolêto.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013



Culto de Natal – Qua – 25/12/2013
Texto: Is. 9:6 “ Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;”
Tema: QUEM REALMENTE CELEBRA O NATAL?
O que é celebrar? Comemorar, festejar, Exaltar, louvar ruidosamente, cumprir solenemente um ritual religioso.
O Natal comemorado nesse tempo, nesse dia 25 de Dezembro, nós os cristãos sabemos por conhecimento e estudo da Palavra que não é o nascimento daquele que foi profetizado em Isaías 9:6, mas por saber que todo dia devemos comemorar o natal de Jesus, comemoramos esse dia também. Sabemos que não era dia 25, que não havia tanta fartura de comidas e bebidas, pelo contrário as coisas estavam muito difíceis e a escassez era grande. Sabemos que árvore bolas, estrelas, guirlandas, pisca-pisca entre outros artefatos é puramente comercial e é por isso que usamos do livre-arbítrio para não usarmos, pois a liberdade é justamente o fato de poder fazer e decidir não fazer por ser livre para escolher. Portanto, quero compartilhar com todos alguns detalhes importantes relacionados ao natal do menino Jesus, todos descritos na Palavra. Vejamos:
1)   PESSOAS SIMPLES: (Lc. 2:8-20) Os pastores eram pessoas simples que faziam um trabalho sujo (cuidar de ovelhas) na visão dos judeus e por isso não adoravam a Deus no templo. Deus escolhe os pastores para serem os primeiros, a saber, que o Cristo nascera e deu a eles a oportunidade de serem os primeiros a o adorarem, porque Deus gosta e valoriza os simples, os humildes (não necessariamente pobres), os dispostos,  os que trabalham, os obedientes, os tementes, os que pregam a Palavra com seu testemunho e os simples adoradores verdadeiros.
2) PESSOAS NOBRES: (Mt. 2:1-12) A nobreza verdadeira não é pelo que se tem, mas pelo que se é. Aqueles três reis magos eram nobres não só pela sua riqueza ou conhecimento, mas pelo seu modo de se comportar, por causa do seu desprendimento e altruísmo. Eles tinham um só objetivo com aquela procura e visita seguindo as estrelas para encontrar o que eles criam ser o Salvador: ADORAÇÃO, EXALTAÇÃO E GLORIFICAÇÃO.
3) PESSOAS FIÉIS: (Lc. 2:21-38) Vemos o exemplo de Simeão homem justo, fiel, adorador, temente a Deus que cria na vinda do Messias, tinha intimidade com Deus e sua vida era movida pelo Espírito Santo (o E.S. ainda não habitava em seres humanos), era abençoador para com as pessoas, era dedicado no templo, aceitava a vontade de Deus para sua vida e era profeta.
 Da mesma forma Ana, idosa, viúva não tagarela, não rixosa, ainda fiel ao seu falecido esposo (mesmo num tempo em que as mulheres eram totalmente dependentes de seus maridos), cria que Deus a sustentaria e se dedicou ao templo, às orações e jejuns, era profetisa de Deus, amorosa, adoradora. E Deus os honrou levando-os no templo justo naquele momento para verem o Messias.
CONCLUSÃO: QUEM REALMENTE CELEBRA O NATAL SÃO PESSOAS SIMPLES, NOBRES E FIÉIS. QUE ADORAM, EXALTAM E GLORIFICAM O NOME DO SENHOR COM SEUS ATOS, PALAVRAS, SENTIMENTOS, ATITUDES, AÇÕES COM ZELO, CUIDADO E AMOR PELO PRÓXIMO COMO A SI MESMO. PESSOAS ASSIM DEUS OS HONRA.

Pr. Cpl. Nolêto.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Confraternização da liderança
Cabana do Sol
Sábado às 21:00h




Ministração da Palavra – IEEA-MA.
Culto da Família – Dom. – 08/12/2013.
Texto: Êxodo 33:6 “Então, os filhos de Israel tiraram de si os seus atavios desde o monte Horebe”
Tema: “ TIRAI OS ATAVIOS E ACHE GRAÇA DIANTE DO SENHOR”
No capitulo 32 conta a história de quando o povo de Israel adora a imagem do bezerro de ouro porque Moisés havia subido o monte e tardou a descer. Deus se ira e diz que vai exterminar todo o povo e vai fazer de Moisés uma grande nação. Moisés intercede pelo povo a primeira vez e usa  de toda intimidade que tem com Deus, fazendo-o mudar de estratégia. Moises chama o povo ao arrependimento, manda matar os idolatras e intercede novamente pelo povo diante de Deus e pede a Deus que risque seu nome do livro da vida. Mas Deus decide riscar do livro todo aquele que pecar contra Ele.
O texto descrito no capítulo 33 do livro do Êxodo, fala de como Deus se sente e como se manifesta diante de algumas atitudes daqueles que o chamam pelo nome, serve bem para aclarar nossas mentes em relação à nossa comunhão, respeito, honra e obediência. Vejamos como Deus se manifesta diante das atitudes do seu povo.
1) Deus cumpre o que promete, mas lembra responsabilidades: (v1-3) Deus lembra a Moisés a responsabilidade de continuar conduzindo o povo e diz que o que havia prometido vai cumprir.
2) Tirai os atavios da desobediência:( v3) Com desobedientes Deus não anda. Ele prefere não estar próximo pra não correr  risco de ter vontade de consumi-lo.
3) Prantear só resolve quando lança fora os atavios: (v4-6) Prantear, chorar, clamar faz grande diferença, porém só alcança a misericórdia se deixar de fazer aquilo que desagrada a Deus. O povo pranteou, não vestiu os atavios, mas não lançaram fora. Pra Deus é remorso não é arrependimento.
4) Não podemos ver a face de deus, mas podemos falar com ele face a face: (v11) Deus quer se revelar para nós de várias formas. Naquele tempo todo aquele que queria buscar ao Senhor saia do arraial e ia até a Tenda da Congregação. Hoje podemos buscar a Deus em qualquer lugar e na congregação ele fala face a face conosco.
5) O Senhor te conhece pelo nome, ache graça diante dEle:(v12) Moisés era homem igual a nós e achou graça diante do Senhor. Nós também podemos.
6) Posicione-se para ver a glória de Deus: (v20-23) Ninguém poderá ver a face de Deus, mas quando tiramos os atavios e nos colocamos na fenda da rocha o próprio Deus põe sua Mao sobre nós e podemos ver a manifestação da sua Glória em nossas vidas.

CONCLUSÃO: O MAIS IMPORTANTE É SABER QUE DEUS USA DE MISERICORDIA E SE COMPADECE DAQUELE QUE LANÇA FORA OS ATAVIOS CONTAMINADOS E SE POSICIONA NA FENDA DA ROCHA PARA SER TOCADO POR ELE E POR FIM VER A SUA GLÓRIA.

Pr. Cpl. Nolêto.   


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

O REI QUER USAR A BONDADE



Ministração da Palavra – IEEA –MA.
Culto da Família – Dom – 01/12/2013.
Texto: 2Sm. 9:1-13 “ Disse Davi: Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul, para que eu use de bondade para com ele, por amor de Jônatas? Havia um servo na casa de Saul cujo nome era Ziba; chamaram-no que viesse a Davi. Perguntou-lhe o rei: És tu Ziba? Respondeu: Eu mesmo teu servo. Disse-lhe o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que eu use da bondade de Deus para com ele? Então, Ziba respondeu ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés. E onde está? Perguntou-lhe o rei. Ziba lhe respondeu: Está na casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar. Então mandou o rei Davi trazê-lo de Lo-Debar, da casa de Maquir, filho de Amiel. Vindo Mefibosete, filho de Jônatas, filho de Saul, a Davi, inclinou-se, prostrando-se com o resto em terra. Disse-lhe Davi: Mefibosete! Ele disse: Eis aqui teu servo! Então lhe disse Davi: Não temas, porque usarei de bondade para contigo, por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai e tu comerás pão sempre à minha mesa. Então, se inclinou e disse: Quem é teu servo, para teres olhado para um cão morto tal com eu? Chamou Davi a Ziba, servo de Saul e lhe disse: Tudo o que pertencia a Saul e toda a sua casa dei ao filho do teu senhor. Trabalhar-lhe-ás, pois, a terra, tu e teus filhos, e teus servos, e recolherás os frutos, para que a casa de teu senhor tenha pão que coma; porém Mefibosete, filho de teu senhor, comerá pão sempre à minha mesa. Tinha Ziba quinze filhos e vinte servos. Disse Ziba ao rei: Segundo tudo quanto meu senhor, o rei, manda a seu servo, assim o fará. Comeu, pois, Mefibosete à mesa de Davi, como um dos filhos do rei. Tinha Mefibosete um filho pequeno, cujo nome era Mica. Todos quantos moravam na casa de Ziba eram servos de Mefibosete. Morava Mefibosete em Jerusalém, porquanto comia sempre à mesa do rei. Ele era coxo de ambos os pés.”
Tema:  “ O REI QUER USAR  A BONDADE”
Existem três pessoas importantes neste texto que iremos aprender com eles, pois o Senhor fala conosco usando eles como exemplo. Vejamos:
1) O REI: Davi aqui representando a pessoa de Deus nos fala que o Senhor quer usar de bondade para conosco e isso é o resultado de uma aliança que foi feita a muito tempo atrás. (1Sm.20:42) O Senhor fez uma aliança eterna conosco e ainda no tempo em que nem vivos éramos, e mesmo depois que nascemos e estando nós mortos em nossos delitos e pecados, Ele não nos abandonou, pelo contrário até hoje Ele cuida para usar de bondade para com cada um de nós.
2) O SERVO: Ziba representando aqui o servo, o cristão é usado para buscar o homem, resgatar o homem que está perdido para o trazer à presença do Rei. Cada um de nós tem um compromisso, uma aliança com o Senhor (Mt. 28:18-20) As últimas palavras descritas por Mateus como sendo as palavras de Jesus é fazendo de cada um de nós um Ziba e Jesus dá uma ordem as discípulos pois já tinha feito uma aliança, um compromisso com eles e conosco.
3) O PERDIDO: Mefibosete se considerando um “cão morto”, representa cada um daqueles que está perdido, coxo, manco, encarcerado, sem a graça, miserável vivendo em Lo-Debar, longe da presença do Rei. Deus quer de nós que cada um faça a sua parte, fazendo discípulos, alcançando vidas, almas, pescando homens e trazendo para comer à sua mesa. Pois, o Senhor sempre quer usar de bondade para com cada um de nós. Mefibosete era da casa de Israel, mas naquele tempo estava distante da casa e da mesa do rei. Muitos estão assim perdidos, longe da casa do Rei, mas o Senhor quer usar de bondade para com cada um dos homens.
CONCLUSÃO:  DEUS É O REI, NÓS SOMOS OS SERVOS E MUITOS SÃO OS PERDIDOS AGUARDANDO O CHAMADO DO SENHOR PARA SENTAR E COMER À SUA MESA. PRECISAMOS BUSCAR ESSES E DEUS CONTA CONOSCO, POIS FIZEMOS UMA ALIANÇA COM ELE.
Pr. Cpl. Nolêto.





segunda-feira, 25 de novembro de 2013



Ministração da Palavra – IEEA – MA.
Culto de Ceia – Dom – 24/11/2013.
Texto: Diversos.
Tema: “A Ceia do Senhor. Lembrai-vos”.
A Ceia do Senhor é o momento mais esperado pelo verdadeiro cristão aqui na terra, precisa ser encarado como uma prioridade, como algo que seria de grande ofensa ao Espírito Santo se não participar. Quero compartilhar com todos hoje o porque de pensar dessa forma. Como sendo a Ceia do Senhor um motivo de celebração.
1) Lembrai-vos: (Ex.13:3-10) Era de mês a mês, ano após ano sem faltar nenhum mês. A páscoa ou seja a Ceia era uma festa, uma celebração, e tinha o objetivo de não deixar que o povo esquecesse o favor do Senhor. Alguns esqueceram e morreram ainda no deserto (aproximadamente 600.000 homens) “ Se não gosta de festa, não valorize, não participe”.  
2) Lembrai-vos: (Rm. 5:6-11) Algumas coisas são necessários fazer lembrança na mente dos cristãos, coisas do tipo que lemos agora, porque as vezes parece que esquecemos.
3) Lembrai-vos: (Hb. 6:4-6) Esquecer o sacrifício e voltar as velhas práticas é admitir que não se fez participante do Espírito Santo, é (vituperar) envergonhar o nome do Cristo.
4) Lembrai-vos: (Hb.10:19-39) Depois dessa leitura:  Nada a declarar, façamos cada um de nós uma auto análise.
5) Lembrai-vos: (2Pe. 2:20-22) Todos somos convidados, mas não obrigados a servir e seguir Jesus, mas se aceitarmos o convite e depois esquecermos o sacrifício, o negócio fica estreito.
6) Lembrai-vos: (1Co. 5:6-13) “ Portanto,  se alguém está em Cristo,nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo”. (2Co. 5:17).
Mas o Senhor é misericordioso e depois de nos trazer a memória tudo isto, nos diz assim: Ler com todos: (Is. 1:16-19).
7) Lembrai-vos: (Rm. 12:1) “Portanto, rogo-vos, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.”
A Ceia do Senhor, além de ser uma festa, um tributo, uma celebração em memória do sacrifício de Jesus o Cristo é também o maior privilégio que um cristão pode ter, que é comer do pão que simboliza o corpo de Cristo e beber do cálice com vinho que simboliza o sangue de Cristo, vertido na cruz do calvário.
Oremos pedindo perdão pelos nossos pecados, e nos oferecendo como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, pois essa é a melhor forma de cultuar a Deus de forma racional.

Pr. Cpl. Nolêto.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

O NOME DELE É JEOVÁ JIREH


Ministração da Palavra – IEEA –MA.
Culto da Família – Dom – 17/11/2013
Texto: 2 Re. 4:1-7 “Certa mulher, das mulheres dos discípulos dos profetas, clamou a Eliseu, dizendo: Meu marido, teu servo, morreu; e tu sabes que ele temia ao Senhor. É chegado o credor para levar meus dois filhos para lhe serem escravos. Eliseu lhe perguntou: Que te hei de fazer? Dize-me o que tu tens em casa. Ela respondeu: Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite. Então, disse ele: Vai, pede emprestadas vasilhas a todos os teus vizinhos; vasilhas vazias, não poucas. Então, entra , e fecha a porta sobre ti e sobre teus filhos, e deita o teu azeite em todas aquelas vasilhas; põe à parte as que estiver cheia. Partiu, pois, dele e fechou a porta sobre si e sobre seus filhos; estes lhe chegavam as vasilhas, e ela as enchia. Cheias as vasilhas, disse ela a um dos filhos: Chega-me, aqui, mais uma vasilha. Mas ele respondeu: Não há mais vasilha nenhuma. E o azeite parou. Então, foi ela e fez saber ao homem de Deus; ele disse: Vai, vende o azeite e paga a tua dívida; e, tu e teus filhos vivei do resto.”
Tema: “O NOME DELE É JEOVÁ JIREH”
O livro dos Reis além de deixar registrados os reis de Israel, tem como objetivo principal mostrar a ascensão do movimento profético como uma forma de alerta o povo de Deus em relação ao pecado e suas consequências. Naquele tempo muitos temiam ao Senhor por causa dos seus muitos castigos, mas adoravam e idolatravam os profetas e todos queriam ser profeta e existiam escolas de profetas. Esse discípulo dos profetas morre e a sua esposa ficou desamparada e ela é enfática quando diz que seu marido era servo de Eliseu e que temia o Senhor, mas não cuidava da família, não administrava a sua casa, suas finanças e etc. Precisamos estar atento a esses detalhes, aprendamos todos com o texto:
1) Jeová Jireh quer te ouvir: (v 1) Se achegue ao homem de Deus e a Deus e seja claro, transparente, objetivo, sincero e direto. Tenha atitude, e atitude é disposição para fazer e fazer certo.  Tenha compromisso com Deus, com o homem de Deus e com a obra de Deus.
2) Jeová Jireh quer saber o que tu queres e o que tu tens: (v 2) Falar sempre a verdade é essencial. Deus quer usar o que tu tens para fazer o que tu queres. O milagre começa através de você, na sua casa, ou seja, tu tens que estar envolvido, compromissado com Deus, com o homem de Deus e com a obra de Deus. O discípulo do profeta era o marido, mas a mulher estava envolvida, compromissada, sabia o que ele fazia, participava. A prova disso é que ela conhecia e tinha intimidade com o profeta, a ponto de lhe pedir socorro. O profeta conhecia a viúva, sabia do envolvimento, compromisso e disposição dela para fazer.
3) Jeová Jireh quer saber como vai os seus relacionamentos: (v 3) Quem são seus amigos? Quem são seus vizinhos? Com quem você se relaciona? Com quem você pode realmente contar? Há qualquer momento pode ser que o seu futuro dependa dos seus relacionamentos. Em Romanos 16, Paulo cita pelo menos 36 amigos. “ Me diz com quem tu andas e eu te direi quem tu és”.
4) Jeová Jireh quer testar a sua obediência: (v 4-7) Mais uma vez Deus fala conosco nesse principio chamado obediência que é a chave que a as comportas do céu, para que a chuva de bênçãos possa ser derramada. Muitos ouvem a instrução e não obedecem, mesmo tendo clamado ao servo de Deus. Outros obedecem, recebem a vitória e não voltam pra se aconselhar novamente com o servo de Deus e as vezes nem pra dizer: “ Ei, sabe aquele conselho. Deu certo.” Querido (a): Se deu errado nem volta, mas se deu certo, volta pra se aconselhar de novo que o homem é de Deus.
5) Jeová Jireh é o Deus que provê: (v 7) O Senhor supre as necessidades urgentes, impossíveis, futuras, além das necessidades e ainda lança fora o espírito da miséria, da desgraça, da falência e etc. Quer a prova disso? Ef. 3:20-21 “ Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, segundo o poder que opera em nós, a ele seja glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!

CONCLUSÃO: Jeová Jireh quer ouvir o teu clamor, quer saber o que tu tens oferecido a Ele, quer ver o teu envolvimento e comprometimento, quer ver a tua obediência. E por fim quer provê tuas necessidades urgentes, impossíveis e futuras em tudo, abundantemente e além do que pensas ou pede e ainda lança fora todo espírito imundo em nome de Jesus. Amém.

Pr. Cpl. Nolêto.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

A cegueira atrasa, a visão transforma






Ministração da Palavra – IEEA – MA.
Culto da Família – Dom – 10/11/2013
Texto: Jo 9:1-12 “ Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus. É necessário que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com saliva, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo-lhe: Vai, lava-te no  tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou vendo. Então, os vizinhos e os que dantes o conheciam de vista, como mendigo, perguntavam: Não é este o que estava assentado pedindo esmolas? Uns diziam: É ele. Outros: Não, mas parece com ele. Ele mesmo, porém, dizia: Sou eu. Perguntaram-lhe, pois: Como te foram abertos os olhos? Respondeu ele: O homem chamado Jesus fez lodo, untou-me os olhos e disse-me: Vai ao tanque de Siloé e lava-te. Então, fui, lavei-me e estou vendo. Disseram-lhe, pois: Onde está ele? Respondeu: Não sei.”
Tema: “ A cegueira atrasa, a visão transforma”
Trata-se do sexto milagre de Jesus e isso aconteceu logo após a discussão entre Jesus e os fariseus (leia o Cap. 8), quando estes tentaram apedrejá-lo e Ele se retirou do templo. Naquele tempo toda enfermidade era atribuída a um pecado ou dos pais ou do próprio enfermo, por isso a pergunta dos discípulos, mas Deus permitiu que aquele homem nascesse cego pra que Jesus o curasse e já mostrasse para que os discípulos estavam sendo preparados (para fazer mais do que Jesus fez). Na verdade o texto também é uma forma de mostrar que Jesus queria dizer que as obras de Deus eram mais importantes que o legalismo dos fariseus. Vejamos alguns detalhes para o nosso aprendizado e crescimento:
1) O Senhor quer restaurar a nossa visão: A cegueira é algo que tem assolado o povo de Deus e tem causado muito atraso no que diz respeito ao Reino de Deus, precisamos estar atento ao agir de Deus em nossas vidas. Naquele tempo muitos eram os cegos, aleijados e mendigos à porta dos templos pedindo esmolas e Jesus escolheu aquele cego que não pediu para ser curado. Jesus tem escolhido muitos e poucos tem recebido o milagre, porque não se permitem ser restaurada a sua visão. “ O Senhor quer abrir os teus olhos”
2) Como restaurar a visão: (v 6-7) Podemos observar que Jesus explora naquele cego um principio básico chamado OBEDIÊNCIA. Misturar cuspe e terra era uma pratica comum naquele tempo para curar infecção nos olhos, Jesus, porém, deu àquele cego a oportunidade de praticar a obediência e não pensa que foi fácil, porque o tanque não era perto do templo e com certeza terra com cuspe no olho deve incomodar bastante, além do mais, vejamos: mendigo, sujo, fedorento e agora cuspido com lôdo nos olhos e ainda sentindo dor. Quantos não tentaram barrar este cego ou lavar seus olhos antes dele chegar no tanque? Mas ele perseverou e obedeceu. (Pv. 9:10) “ O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência”  Quer restaurar a sua visão? Obedeça a qualquer custo, com dor, com sofrimento, com dificuldades, com alegria e etc.
3) Não pare, obedeça e chegue a Siloé: (v 11) (Gn. 11:26-31) Tera parou em Harã, por causa da morte de seu filho Harã e morreu com 205 anos e não chegou a terra de Canaã. Mas os projetos de Deus nunca se frustram e Deus não para (Gn. 12:1,14ª). Tera parou e não conquistou, porque não obedeceu.  Abraão obedeceu e conquistou.  O cego fez o mesmo. Obedeça e conquiste você também.
4) Jesus tem pressa: (v 1-4) Deus quer manifestar as suas obras através de nós, Ele tem pressa. Naquele tempo não existia luz elétrica e a jornada de   qualquer trabalho era durante o dia, hoje as empresas trabalham por turno 24 horas. Arregacemos nossas mangas, vistamos a camisa da obra de Deus, há uma necessidade de um esforço maior e conjunto por parte do povo que se chama de Deus.
5) ...Onde está ele? ... Não sei. (v 12) O cego não viu e nem conhecia a Jesus, mas ele obedeceu, creu e recebeu. E o Senhor foi glorificado.(At. 17:22-31)

CONCLUSÃO: Toda honra e toda glória, seja dada ao Senhor dos Exércitos, pois só Ele é digno de todo louvor e toda adoração, só a Ele devemos cultuar, somente a Ele devemos toda obediência e o milagre acontecerá como prova da manifestação do seu poder em nós. A cegueira atrasa a visão transforma. Sejamos transformados dia após dia pelo Senhor.


Pr. Cpl. Nolêto.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Qual a visão que temos de Deus?

Ministração da Palavra – IEEA – MA
Culto da Família – Dom – 03/11/2013
Texto: Is. 6:1-8 “ No ano da morte do rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as abas de suas vestes enchiam o templo. Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobria o rosto, com duas seus pés e com duas voava. E clamavam uns para os outros; dizendo: Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. As bases do lumiar se moveram à voz do que clamava, e a casa se encheu de fumaça. Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos! Então, um dos serafins voou para mim, trazendo na mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; com a brasa tocou a minha boca e disse: Eis que ela tocou os teus lábios; a tua iniquidade foi tirada, e perdoado, o teu pecado. Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: a quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.”
Tema: Qual a visão que temos de Deus?
O profeta Isaias era casado, tinha dois filhos (Um-Resto-Volverá. (Is. 7:3), Rápido-Despojo-Presa-Segura (Is. 8:3). Era um aristocrata (nobre) da época e por causa do chamado de Deus abriu mão da nobreza e acabou morto serrado ao meio, foi profeta de Deus durante mais de quarenta anos e o texto que lemos nos relata uma visão que ele teve de Deus em seu trono. Isaias é para nós um exemplo justamente porque abriu mão da sua riqueza para servir a Deus, recebeu o chamado e disse sim. Vejamos o que mais podemos aprender com o texto:
1) Deus é Soberano: (v 1) “... vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono,...” A tribo de Judá, o povo de Israel perde o melhor rei de sua época (Uzias) dentre os vinte que passaram pelo trono, passa por uma dificuldade extrema a ponto de passar fome, achando que Deus havia esquecido deles e Isaias tem uma visão de que Deus está sentado. Reflita comigo: Quantas vezes estamos em dificuldades e tribulações e pensamos da mesma forma e até murmuramos? Tipo: Deus esqueceu de mim, Deus não está me vendo, não me ouve. Temos que Deus é Soberano (Jó 1:21).
2) Deus é Santo: (v 3) “...Santo, santo,santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia de sua glória.”  Mesmo em meio ao caos Isaias vê a santidade de Deus e isso nunca muda, Deus é Santo em qualquer situação e nós devemos reconhecer isso e adorá-lo sempre.(1Cr. 16:29,31,34).
3) O homem sem Deus está perdido: (v 5) “...ai de mim! Estou perdido!...” Deus sempre nos alerta através dos Ais, precisamos estar atentos para ouvir o seu chamado (Is. 5:8(egoístas), 11(bêbados), 18(desobedientes), 20 (falsos,enganadores, trapaceiros), 21(soberbos, altivos, sabichões), 23(beberrões e injustos)) Nós somos por natureza impuros, frágeis, perdidos mas podemos ser transformados pelo chamado de Deus.
4) Deus é misericordioso: (v 7) “ ... a tua iniquidade foi tirada, e perdoado, o teu pecado.” Deus tem chamado os homens ao arrependimento e perdoado os pecados, mas nem todos tem dito a Ele “... eis me aqui! Envia-me a mim.”
Conclusão: Deus é Soberano, é Santo, é Misericordioso e o ser humano é frágil e está perdido, mas o Senhor chama mais uma vez hoje ao arrependimento espera que digamos a Ele ...eis-me aqui!.

Pr. Cpl. Nolêto.


terça-feira, 22 de outubro de 2013

COMO BOM SOLDADO DE CRISTO

Ministração da Palavra – IEEA –MA.
Culto da Família – Dom – 20/10/2013.
Texto: 2 Tm. 2:1-4 “ Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus. E o que de mim ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros. Participa dos meus sofrimentos como bom soldado de Cristo Jesus. Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou.”
Tema: “ COMO BOM SOLDADO DE CRISTO ”
Nessa segunda carta ao seu discípulo Timóteo, Paulo no capítulo dois fala a respeito do caráter de um soldado de Cristo e afirma que o soldado de Cristo é Forte, Determinado, Disciplinado, Seguro, Sadio na fé, Santificado e Servo e no texto que lemos o apostolo Paulo menciona alguns detalhes que precisamos levar em consideração e que serve para o nosso aprendizado e nos faz recordar um pouco do que e porque somos chamados para esse exercito de vitoriosos. Vejamos:
1- Fortifica-te (v 1)  O primeiro sentimento ao ver um soldado comum é de segurança, porém nós como soldado de Cristo precisamos ser fortes. E de onde vem essa força? (Ef. 6:10)
2- Confiança, Idôneidade e Fidelidade (v 2) A melhor forma de mostrar essas três qualidades de um bom soldado de Cristo é através de testemunho pessoal (2 Co. 2:14-17, 3:1-6). O sinal de Deus acompanha o homem de Deus. (Gl. 6:17), Ver marcas em 2 Co. 11:23-33).
3- Suporta as aflições (v 3) Em Jo. 16:33b diz “... no mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” Vejamos um pouco das aflições de Paulo (2 Co. 11:23-33) Jesus no Sermão do Monte em Mt. 5:11-12 diz “ Bem aventurado sois quando, por minha causa vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós.” Nós não somos os primeiros, não seremos os últimos. Mas como bom soldado de Cristo temos que suportar.
4- Não te compromete com as coisas deste mundo (v 4) Deus não tem compromisso com quem não tem compromisso com Ele. (Mt. 12:30, 1 Jo. 5:18) E como bom soldado de Cristo que sou quero preparar todos que tiverem acesso a essa mensagem. Leia Jo. 15. São palavras de Jesus Cristo, o General de todos os exércitos.
CONCLUSÃO: VOCÊ QUE É CRISTÃO: JESUS TE ARREGIMENTOU PARA O SEU EXERCITO E ESTA TE PREPARANDO PARA SER UM BOM SOLDADO, E VOCÊ QUE AINDA NÃO SE DECIDIU: CHEGOU A HORA, JESUS ESTÁ TE ARREGIMENTANDO PARA O SEU EXERCITO. SEJAMOS MAIS QUE VENCEDORES EM CRISTO JESUS. AMÉM.

Pr. Cpl. Nolêto .

“ TRÊS ORDENS E UMA COBRANÇA”

Ministração da Palavra – IEEA – MA.
Culto da Família – Dom - 13/10/2013.

Texto: Gn. 35:1 “ DEPOIS, disse Deus a Jacó; Levanta-te, sobe a Betel e habita ali; faze ali um altar ao Deus que te apareceu quando fugias da presença de Esaú, teu irmão.”
Tema: “ TRÊS ORDENS E UMA COBRANÇA”

No capítulo 34 relata as dificuldades de Jacó por causa da atitude de vingança de seus filhos em relação a sua irmã Diná que havia sido violentada sexualmente por Siquém filho de Hamor um príncipe heveu daquela época, após a vingança Jacó teme pela própria vida e de sua família e resolve sair daquela terra e Deus dá a ele três ordens e lhe faz uma cobrança. Vejamos e aprendamos com o texto.

1ª Ordem: “...Levanta-te...” (v 1ª) Deus tem falado muito conosco nos últimos dias para despertarmos, para acordarmos porque o tempo do arrebatamento é findo, mas sempre em tom de alerta, porém agora Ele nos dá uma ordem: Levanta-te. (Ef. 5:14-21). O mal está por toda a parte e só Jesus salva.

2ª Ordem: “...Sobe a Betel...” (v 1b) Betel significa Casa de Deus, no texto Deus ordena a Jacó que ele suba  a Betel, pois Jacó estava atribulado e hoje o Senhor está nos dizendo: Quando estiveres em dificuldades, atribulado, perturbado, perseguido ou em qualquer circunstância vem para a igreja, vem para Betel, vem para a Casa de Deus.

3ª Ordem: “... faze ali um altar...” (v 1c)Altar significa lugar de intimidade, lugar de adoração, lugar de comunhão, lugar de edificação, lugar de sacrifício, lugar de reconhecimento, lugar de devoção entre muitos outros significados. (1Cr. 21:18,26) O mais importante é saber que Deus quer que tenhamos um compromisso com Ele e sejamos fiéis a esse compromisso.

1 Cobrança: “...ao Deus que te apareceu quando fugias da presença de Esaú, teu irmão.” (v 1d) Deus cobra Jacó que ele volte a Betel e faça um novo voto, já fazia uns dias que ele não ia à Casa de Deus (Gn. 28:18-22), Jacó está novamente passando por dificuldades e não vê saída e Deus está nos cobrando hoje que façamos um voto com Ele e não esqueçamos de que é Ele quem nos garante vitórias, nos guarda, nos abençoa, nos cura, nos prospera. (Gn. 28:13-17).
Jacó foi a Betel, à Casa de Deus e sabe quem estava lá? (Gn. 35:9-15).

CONCLUSÃO: Deus está nos dizendo,  Levanta-te e vem para Betel a Casa de Deus, edifica um altar, assume um compromisso comigo, faz um voto e cumpre e eu abençoarei tu e tua descendência e todos verão que Eu sou Teu Deus, o Todo-Poderoso. Amém.


Pr. Cpl. Nolêto.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

RETIRAI A PEDRA, SOLTAI AS AMARRAS

Ministração da Palavra – IEEA – MA.
Culto da Família – Dom – 15/09/2013.
Texto: Jo. 11:1-44.
Tema: “ RETIRAI A PEDRA, SOLTAI AS AMARRAS”

O Evangelho segundo João é escrito pelo “discípulo a quem Jesus amava”, considerado pelos teólogos como sendo o amigo particular de Jesus e é um livro bastante abrangente no que diz respeito à natureza da pessoa de Cristo, mas nesse texto que lemos quero contextualizar com  nossa realidade, por entender que somos a geração do arrebatamento, quero mencionar alguns detalhes contidos na leitura e compartilhar o entendimento desta palavra.

1) SER AMIGO DE JESUS NOS FAZ REVIVER(v. 11-14) : Ser amigo de Jesus, faz a grande diferença, antes mesmo de se colocar na condição de Salvador para ser crucificado, mesmo sabendo que a enfermidade era para vida e não para morte, Jesus preferiu correr risco de morte para levar vida ao amigo (v.4,8) Ser amigo de Jesus nos faz reviver.
2) MILAGRE É UMA QUESTÃO DE CRER: (v.20-24) Marta não creu, portanto não entendeu e se dependesse da sua fé o milagre não aconteceria. (v. 28-35). Quando nos prostramos aos pés de Jesus em adoração e suplica, movemos o coração dele, demonstramos fé e então Ele opera o milagre, por isso que o milagre é uma questão de crer.
3) O POSSÍVEL É CONOSCO, O MILAGRE É COM JESUS: (v.39) Maria não disse nada porque cria, porém Marta continuava sem crer, então Jesus fala: Marta tira a pedra da incredulidade, tira a pedra da falta de fé, somente creia. Da mesma forma nos dias de hoje as pedras da incredulidade, da falta de fé, da desconfiança, do pecado, da fofoca, da mentira e muitas outras pedras têm que ser tirada pra que o milagre aconteça, mas lembre-se Jesus não tira as pedras,Ele manda que tiremos, como mandou Marta, mas não mandou Maria.
4) SOLTAI AS AMARRAS: (v.44) Lázaro recebeu o milagre, mas precisava que retirassem suas amarras. Hoje ainda tem muitos que recebem o milagre e esquecem de tirar as amarras que os prendem ao pecado. É preciso fazer uma autoanalise para saber quais são as amarras que te prendem e te impedem de caminhar e quais são os lenços do pecado que cobre o teu rosto e te impede de ver Jesus e receber os milagres. È a idolatria, lascívia, prostituição, cobiça, mentira, adultério, corrupção, negócios escusos, sonegação de impostos, concupiscências da carne, roubo, trafico, assassinato? Entre tantos outros que até parece pequeno, desprezíveis, mas eu quero te dizer que pecado não tem tamanho, pecado tem é perdão mas em compensação tem preço.

CONCLUSÃO: QUER REVIVER? QUER MILAGRE? SEJA AMIGO DE JESUS, CREIA, PROSTE-SE AOS SEUS PÉS, FAÇA A SUA PARTE, RETIRE AS PEDRAS QUE TE IMPEDEM DE OUVIR A VOZ DO SENHOR, DESATAI AS AMARRAS QUE TE IMPEDEMDE CAMINHAR E O LENÇO DO ROSTO QUE TE IMPEDE DE VER A LUZ QUE É JESUS, O ÚNICO CAPAZ DE PERDOAR TODO PECADO. AMÉM.

Pr. Cpl. Nolêto.   



PARA DEUS NÃO HÁ IMPOSSÍVEIS



Culto da Família – Dom – 22/09/2013.
Texto: Lc. 18:18-30 “ Certo homem de posição perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida Ministração da Palavra – IEEA – MA
eterna? Respondeu-lhe Jesus: Porque me chamas bom? Ninguém é bom, senão um que é Deus. Sabes os mandamentos: não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe. Replicou ele: Tudo isso tenho observado desde a minha juventude. Ouvindo-o Jesus, disse-lhe: Uma coisa ainda te falta: vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos céus; depois, vem e segue-me. Mas, ouvindo ele estas palavras, ficou muito triste, porque era riquíssimo. E Jesus, vendo-o assim triste, disse; Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas! Porque é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. E os que ouviram disseram: Sendo assim, quem pode ser salvo? Mas ele respondeu: Os impossíveis dos homens são possíveis par Deus. E disse Pedro: Eis que nós deixamos nossa e te seguimos. Respondeu-lhes Jesus: Em verdade vos digo que ninguém há que tenha deixado casa, ou mulher, ou irmãos, ou pais, ou filhos, por causa do reino de Deus, que não receba, no presente, muitas vezes mais e, no mundo por vir, a vida eterna.”
Tema: “ PARA DEUS NÃO HÁ IMPOSSÍVEIS”
O texto lido começa falando da posição privilegiada daquele homem, e logo depois mostra Jesus dando um ralado nele por causa da forma como esse se dirige ao Mestre o chamando de Bom (no popular bajulando), talvez até com a intenção de corrompê-lo. Quando Jesus o relembra os mandamentos ele prontamente responde com firmeza que tem cumprido todos eles, porém as riquezas são mais importantes para ele do que a vida eterna. As riquezas, o poder e os bens estão classificados numa posição mais importante na vida dele. O Bom Mestre e seus ensinamentos estão sendo colocados na sua escala de valores, depois da idolatria pelos seus bens e isso lhe causou profunda tristeza. Jesus de forma bem grosseira comenta qual a possibilidade da entrada de um rico no reino de Deus. Com essa comparação aguça a curiosidade dos apóstolos. Vejamos  o que aprendemos com a resposta do Bom Mestre:
1) A SALVAÇÃO DEPENDE DE CADA UM: (v.26) “ E os que ouviram disseram: Sendo assim, quem pode ser salvo?” Boas obras não dá direito a salvação, só faz parte do processo. (Tg. 2:17-26), A fé juntamente com as obras nos garante a salvação.
2) VEM E SEGUE-ME (Mt. 22:14) “ Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos”. Jesus tem chamado muitos ao arrependimento, tem chamado muitos para sua seara, mas são poucos os que o tem seguido. O resultado é (Mt. 22:13) “ Então, ordenou o reis aos serventes: Amarrai-o de pés e mãos e lançai-o para fora, nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes”.
3) COM JESUS DEIXAR É SINÔNIMO DE GANHAR: (v. 28) Jesus nos faz entender que muitas vezes teremos que deixar coisas e pessoas que amamos e afazeres para segui-lo e servi-lo (v. 29-30). Porém não somos obrigados a deixar nada e nem ninguém, mas se fizermos receberemos muitas vezes mais no presente e no texto Jesus se refere a pessoas (perdemos parentes, familiares, amigos e ganhamos irmãos em Cristo, pais e mães na fé, filhos e filhas no reino de Deus) e coisas (bens materiais em geral e etc) e a benção se estende para o além da nossa imaginação, no sobrenatural ou seja a vida eterna. (Mc. 10:29-30, 1 Co. 15:57-58)
4) NÃO HÁ IMPOSSÍVEIS PARA DEUS: (v.27) A salvação é a união da fé com a obra ou o mesmo que oração (orar e agir); o chamado do Senhor é para todos, muitos, mas segui-lo é para poucos, e o pouco com deus é o suficiente. Jesus nos prova que deixar com ele é investimento com retorno multiplicado, porém o impossível para nós é possível para Deus. Quando oramos, agimos, servimos, seguimos, fazemos e cremos. Recebemos de Deus o impossível, multiplicado. (Lc. 17:6) “ Respondeu-lhes o Senhor: Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a esta amoreira: Arranca-te e transplanta-te no mar; e ela vos obedecerá.”

CONCLUSÃO: A SALVAÇAO É INDIVIDUAL, SEGUIR E SERVIR A JESUS É OPCIONAL, DEIXAR PARA GANHAR É QUESTÃO DE ESCOLHA, É NECESSÁRIO FAZER O POSSIVEL PRA QUE DEUS FAÇA O IMPOSSÍVEL. PORTANTO ORAR E AGIR FAZ TODA DIFERENÇA. AMÉM.

Pr. Cpl. Nolêto.

CAMINHANDO PARA VITÓRIA


Ministração da Palavra – IEEA – MA.
Culto da Família – 08/09/2013.
Texto: Sl. 66:10-12 “ Pois tu, ó Deus, nos provaste; acrisolaste-nos como se acrisola a prata. Tu nos deixaste cair na armadilha; oprimiste as nossas costas; fizeste que os homens cavalgassem sobre nossa cabeça; passamos pelo fogo e pela água; porém afinal, nos trouxeste para um lugar espaçoso.”
Tema: “ CAMINHANDO PARA VITÓRIA”
Estamos vivendo os últimos tempos antes da vinda do Senhor Jesus, somos a geração do arrebatamento, e é justamente por isso que os sinais da vinda do Senhor se tornam cada vez mais visíveis e corriqueiros. Enquanto a Bíblia nos revela que precisamos buscar a face de Deus e o adorar em espírito e em verdade para conquistar a Glória, a salvação, muitos pregam um Deus que só salva, cura e liberta das dividas e da pobreza, um Deus que transforma o empregado assalariado em empresário de sucesso. O Jesus crucificado na cruz do calvário tem sido esquecido nas pregações de muitos lideres religiosos. Mas esse mesmo Jesus quer nos ensinar hoje a caminhar para vitória. Vejamos:
A primeira coisa que precisamos entender é que para se obter vitória é preciso passar pela prova, e o cristão não fica na prova, passa por ela.
1) ARMADILHA: (v. 11ª) “ Tu nos deixaste cair na armadilha...” O salmo é um cântico de oferta de gratidão e o salmista fala que Deus “ os deixou cair na armadilha...”, o que prova que Satanás é um ser comandado por Deus. É o próprio Deus que nos coloca em situações tão difíceis que não podemos resolver e então ficamos na dependência dele como no  Salmo 40:17. As armadilhas do Senhor são para que reconheçamos a nossa pequinês e a soberania de Deus (II Cr. 33:11-13). O Senhor quer que nos aquebrantemos e nos prostemos diante dEle (Jz. 15:15-19).
2) PRESSÃO/PODER:(v.11b) “... oprimiste as nossas costas”  Antes de receber poder sempre vai vir a pressão e essa pressão vem em forma de tribulações, adversidades, provas, lutas e etc. (II Co. 4:17-18, 7-9) Sempre que tiver atribulado é sinal que Deus quer derramar poder.
3) PERDER É SINAL DE VITÓRIA (v. 12ª) “ fizeste que os homens cavalgassem sobre a nossa cabeça...) O texto no contexto histórico significa “ o inimigo triunfou”, ou seja o inimigo venceu, e esse é o tipo de derrota que tem sabor de vitória, pois serve de aprendizado. È uma derrota permitida por Deus que significa que se contigo é só vitória tem alguma coisa errada. Não caia nessa conversa que com Deus tudo é só vitória porque não é, a derrota faz parte do processo de preparação para receber a vitória.
4) FOGO/ÁGUA=LUTA/ADVERSIDADE: (v. 12b) “ ...passamos pelo fogo e pela água...”  Em síntese, todas as vezes que a Bíblia fala de fogo e água é sinônimo luta e adversidade e Deus permite que passemos pela água e pelo fogo como uma forma de nos ensinar a não sermos autossuficientes. Nós precisamos entender que somos necessitados uns dos outros, em todos os aspectos e lugares: em casa com a família, no trabalho com os colegas, na igreja com os irmãos e etc.
5) PURIFICAÇÃO: (v.10) “ Pois, tu ó Deus, nos provaste, acrisolaste-nos como se acrisola a prata.” Crisol é o mesmo que cadinho: instrumento usado para derreter o metal e transformá-lo. Acrisolar é o mesmo que purificar e existe todo um processo de purificação e a prata passa pela água e passa pelo fogo e o purificador aguarda até o momento em que a prata fica purificada e o teste que ele faz é que quando a imagem dele é refletida na prata ela está pronta. Assim também é Deus o purificador dos homens ele nos acrisola, nos purifica através das provas até que estejamos a ponto de refletir a sua imagem em nossas vidas, assim sendo todo aquele que nos ver vai ver a imagem e semelhança de Deus em nós.
6) LUGAR DA VITÓRIA (v.12c) “ porém, afinal, nos trouxeste para um lugar espaçoso”  È preciso saber que: Armadilhas serão montadas contra você. Se quiser receber poder tem que sofrer pressão primeiro. A derrota anda lado a lado com a vitória e a vitória é o resultado do aprendizado com a derrota. Fogo e água ou seja lutas e adversidades fazem parte do crescimento e purificação. Tu és a prata que o purificador quer ver sua imagem refletida nela. (Mt. 11:12)  A lugar da vitória é o Reino de Deus, é a vida eterna.
CONCLUSÃO: Jesus é o purificador de cada um daqueles que quer ser levado há um lugar espaçoso, há um lugar de vitória. Deixe-se acrisolar por Ele pois para cada grande luta sempre há uma grande vitória. Não se deixe enganar.
Pr. Cpl. Nolêto. 

quinta-feira, 19 de setembro de 2013